Nicolau WendlingNicolau Wendling

Nicolau Wendling nasceu em 21 de fevereiro de 1890, natural de Paraíba do Sul, estado do Rio de Janeiro, filho de Pedro Wendling e Luiza Silveira Fontes, herdou o sobrenome alemão de seus avós paternos João Wendling (alemão) e Catharina Maria Wendling (alemã).

Homem de personalidade integra, trabalhador e pai de família responsável é hoje um dos mentores de equipe de visita a enfermos do Grupo de Glacus.

Casado com Maria da Conceição Wendling, pai de 17 filhos, dos quais sobreviveram 13 (treze), sendo vários deles Espíritas atuantes, inclusive na Fraternidade Espírita Irmão Glacus. A adoção do Espiritismo por parte dos familiares foi legado da mãe Maria Wendling, que desde os idos de 1940 já atuava como médium no Centro Espírita Oriente, com total apoio do marido que sempre favoreceu suas atividades na Doutrina, apesar do numeroso grupo familiar exigir cuidados maternos ostensivos. Inclusive um dos filhos, Enio Wendling, apresentou, desde criança, uma mediunidade ostensiva, presenciando vários fenômenos dentro lar, das mais variadas modalidades.

Das caracteristicas marcantes de Nicolau Wendling, também cabe ressaltar sua solidaridade, desapego e grande generosidade no compartilhamento de recursos junto as necessidades alheias e dos filhos. Trabalhou durante na Rede Ferroviária Federal, exercendo a função de “marcador” (funcionário que marcava os dormentes que eram utilizados para a construção das linhas férreas), vindo a falecer em 09 de dezembro de 1959, aos 69 anos.

Nicolau Wendling é hoje mentor da equipe de Visita aos Lares nº 21.