reunioespublicas inicialsite  ciclosite 2017 01 1  terceirodomingo2017 chamadasite 02  abrace essa causa 01  Doe online

Histórico

DEPARTAMENTO DOUTRINÁRIO

“Socorra esse ou aquele irmão caído, entre as sombras da prova. Mas ofereça-lhe o livro espírita que aclara o entendimento. Enriqueça o ambiente próprio com fatores diversos de conforto e alegria. Mas recorde que o livro espírita é bênção de Jesus, aprimorando a vida com você e em você”.

Explanações de Emmanuel "Ante o livro Espírita", do livro "APOSTILAS DA VIDA", psicografia de Chico Xavier.

De modo geral, o departamento doutrinário, ou departamento de estudos, de uma instituição espírita tem por objetivo divulgar, incentivar e orientar o estudo da Doutrina Espírita. Na FEIG, o Departamento Doutrinário, conhecido pela sigla DDO, visa auxiliar os frequentadores a ter contato cognitivo com o Espiritismo e com o Evangelho de Jesus, por meio de palestras, estudos e seminários, e com isso ampará-los em sua escalada de evolução moral, com fidelidade às diretivas de Allan Kardec e em cumprimento às orientações diretivas espirituais e institucionais.

kardecHistórico

Desde os primórdios da FEIG, a partir de 1976, as atividades doutrinárias exerceram um relevante papel. Ao longo dos anos, a estrutura da área doutrinária se modificou dinamicamente para atender às necessidades de cada fase de existência da nossa Casa. O surgimento desde departamento se deu por uma conseqüência natural da necessidade de organização de um conjunto de importantes atividades da instituição, especialmente relacionadas às tarefas que se desenrolam durante as reuniões públicas. A principal atribuição do DDO é oferecer aos freqüentadores acesso ao conhecimento do Espiritismo e do Evangelho de Jesus. Naturalmente, isso não é uma exclusividade em nossa instituição, pois outros departamentos também contribuem para esta finalidade. Não obstante, o DDO é a coluna dorsal da difusão evangélico-doutrinária entre os frequentadores da FEIG.

Funcionamento

Atualmente, o DDO coordena as atividades de mais de 200 voluntários distribuídos em sete setores. Cada setor tem coordenações individuais, com seu conjunto de responsabilidades e de voluntários envolvidos. São eles:
REUNIÕES PÚBLICAS – Setor responsável pelo apoio ao trabalho realizado pelos dirigentes que conduzem as reuniões abertas ao público na FEIG e na Fuindação. Possui 14 tarefeiros.

APOIO NO AUDITÓRIO - coordena os chamados "plantonistas de salão", que são os tarefeiros que organizam o ambiente durante as reuniões públicas, para dar conforto aos frequentadores e condições ambientais para os dirigentes. O setor conta com 15 tarefeiros.

ESTUDOS E CURSOS – É o setor que organiza as palestras públicas e os ciclos de palestras na FEIG e na Fundação. Os 10 tarefeiros que trabalham neste setor escolhem o temário e fazem os convites aos expositores de dentro e fora da Casa.

PASSE – Aproximadamente 180 tarefeiros trabalhando neste setor, na organização dos passes nas cabines durante as reuniões públicas.

LIVRO DE IRRADIAÇÃO - São 12 tarefeiros que trabalham na organização do atendimento ao público.

AVALIAÇÃO DE OBRAS LITERÁRIAS – Este setor trabalha com 3 tarefeiros na análise prévia de obras espíritas antes de sua disponibilização na livraria e biblioteca da Casa.

ESDE - (Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita) - Composto de três tarefeiros que se revezam como monitores em sala de aula.