reunioespublicas inicialsite   ciclosite 2018 01   terceirodomingo2018 chamada  abrace essa causa 01  Doe online

Mensagem do Mentor Pedro de Camargo - Reunião de 3º Domingo - Novembro/2013

" Boa tarde a todos. O amor do Cristo nos uniu como pérolas em cordões de esperança. Meu espírito se enche de alegria e se emociona pela presença de cada um de vocês.
E nós da Espiritualidade reconhecemos que cada um de vocês está representando outras pessoas nesta abençoada reunião. Estamos vendo em suas mãos verdadeiras procurações: alguns representando os familiares: alegres ou tristes, saudáveis ou doentes; representando amigos; representando aqueles que já estão conosco; e isto é possível, porque o pensamento é a linguagem universal.

Me emociona também ver concentrados em tão pequeno espaço os cristãos potenciais. Sim meus irmãos, cada um de vocês é um "cristão em potencial " o que significa dizer que cada um de nós está, pouco a pouco, oferecendo a energia do Evangelho em benefício de toda a humanidade, cumprindo os desígnios de Deus. Mas precisamos ser humildes, queridos irmãos, para reconhecer que a nossa dedicação ainda é insuficiente para os tempos de hoje. Uma breve retrospectiva histórica, cronológica, nos permitirá afirmar que o cristão ainda não disse porquê veio.

Desde o início do cristianismo, nós cristãos ainda não transformamos, como deveríamos, o Planeta- escola. De maneira prioritária nos dividimos em várias religiões. E somos cristãos em potencial quando nos unimos. Estamos separados em cultos, em rituais; em procedimentos, em discriminações. Mas à medida, em que os próprios países forem se dissolvendo; porque em breve não fará mais sentido termos países; no mesmo instante, ao mesmo tempo, os cristãos se unirão em uma só religião que é a de amar ao próximo como a si mesmo.

 Você, querido irmão, querida irmã; você vive vinte e quatro horas da sua encarnação com a oportunidade de ser cristão; não só promessa. Você às vezes reclama da família, do trabalho, da sociedade, dos meios de comunicação, da riqueza, da pobreza, da cor, da doença... e se já fosse um "cristão em potencial" ou, mais do que isto, um "cristão real", você já teria percebido que estes infortúnios passageiros são exatamente os recursos para desenvolver a sua cristandade.

Mas saímos por aí, todos nós, em mais uma semana nos queixando e muitas vezes transferindo as nossas limitações para o outro, e nos distraindo, acabamos avançando pouco e a Terra, enquanto mundo cristão de Deus, fica aguardando o nosso despertar definitivo.

Sabemos que viver não é nada fácil. Mas meus queridos irmãos, como é necessário ser cristão até para suportar o dia a dia.

Infeliz aquele que desperta em uma segunda-feira sem Cristo no coração; este encontrará conflito e duelo em tudo: naquele que dorme com ele, naqueles que dormem no quarto ao lado, naquele que trabalha para ele, naquele que vive em conjunto.... A cruz poderia ser muito menos pesada se lembrássemos mais vezes de que somos espíritas cristãos. E olha que o espírita cristão tem um potencial ainda maior, porque a proposta do Espiritismo é recordar o tempo inteiro a nossa vocação imortal e o nosso destino é ser feliz e fazer o outro feliz; viver e deixar o outro viver.

Bendita a presença de cada um de vocês aqui nesta tarde porque é a forma de recarregar a energia; a energia potencial cristã que pode ser aplicada ininterruptamente, em tese, para um mundo mais feliz.

E nós da Espiritualidade vemos cada um de vocês desejando cumprir tudo isto, e viver este cristianismo em essência! E o que fazemos Nós? Aprendemos também com vocês, trocamos ideias. E nesta tarde fui incumbido de lembrar a cada um, os grandes cristãos que deixaram de ser promessa e se tornaram realidade:

- Para você que está doente: Glacus;
- Para você que se sente muito só: o apóstolo João;
- Para você que se sente arrependido: Pedro;
- Para você que se sente desconsiderado: Maria Mãe Santíssima,
- Para você que tem preguiça no trabalho: Kardec;
- Para você que já consegue enxergar arrogância e a dificuldade de se sentir irmão: Chico Xavier;
- Para você que precisa de coragem: Maria Madalena.
E para você, que almeja um mundo mais feliz: Jesus Cristo.

Que o Mestre nos perdoe pelas variadas vezes, se não majoritárias, em que agimos na superficialidade e por isto somos muitas vezes merecedores de sermos chamados "fariseus". Mas ao mesmo tempo, que este mesmo Mestre Jesus nos receba de braços abertos todas as vezes que avivarmos um pouquinho a Sua mensagem e aí o perdão será a maior razão da nossa alegria.

Do amigo e irmão, Pedro de Camargo."

(Médium : Vinícios Trindade)