Rubens Costa Romanelli

Rubens Costa Romanelli nasceu no dia 17 de setembro de 1913 em Divinópolis (MG). Foi escritor, jornalista, professor e espírita. Filho de Lívia Costa Romanelli e Osório Viana Romanelli teve cinco irmãos sendo eles Laura, Iracy, Jandira, Oswaldo e Djalma. Romanelli perdeu a mãe ainda criança. Seu pai Osório Viana casou se pela segunda vez com Dona Elisa, mãe de seus outros quatro irmãos José, Osório, Marta e Beatriz.

Devido às constantes mudanças da família Romanelli não pode concluir o curso primário iniciado em 1920. Terminou os estudos apenas em 1938, aos 25 anos de idade. Isso no entanto não impediu que ele deixasse uma importante contribuição nos campos da Linguística, Filosofia e Educação. Formou-se em Letras pela Faculdade de Filosofia de Minas Gerais.

Em 1943 casou-se com Alda Izapovitz Romanelli e com ela teve suas três primeiras filhas, Lívia, Lilavate e Liliane. Em 1944, já como licenciado, deixou os serviços públicos para dedicar se ao magistério. Desde então foi professor de português e latim em vários colégios de Belo Horizonte, entre eles o Colégio Estadual e o Instituto de educação de Minas Gerais. Nesse último recebeu por concurso a cadeira de Língua Latina. 

Casou se pela segunda vez e com Otaíza Bueno, teve mais duas filhas Juliana e Elisa. Se aperfeiçoou em diversos curso, inclusive na França. Ganhou títulos e homenagens em diversos momentos de sua vida. Foi o primeiro diretor do Ginásio Espírita “O Precursor”, órgão da União Espírita Mineira (UEM). 

Considerado autêntico por suas virtudes genuínas, Romanelli era um poliglota que dominava 12 idiomas e estudava vários outros com ajuda do dicionário.

No dia 22 de dezembro de 1978 sofreu um acidente automobilístico, não resistindo aos ferimentos graves desencarnou no dia 24 de dezembro, dois dias após o acidente ao lado das Filha Juliana e Lilavate e do Dr. Dulmar Garcia de Carvalho no momento em que sobrevoavam o Lago de Furnas(MG) quando era transferido de Itápolis (SP) para Belo Horizonte.

Deixou, ainda, por concluir o seu Vocabulário Indo Europeu e seu Desenvolvimento Semântico, obra que pesquisava há 31 anos abrangendo 30 idiomas da família indo-europeia sendo alguns deles o francês, inglês, hebraico, espanhol, russo, búlgaro, anglo-saxônico, persa (antigo e moderno), gaélico, servo-croata, boêmio e o polonês. Com seu grande coração e sua enorme bondade deixou ainda para a sociedade algumas obras e ensaios sobre a filosofia. Romanelli é mentor do Colégio.

“Cultiva com carinho o teu espírito. Mas, não cuides simplesmente de ser culto, senão também de ser bom. A cultura poderá dar-te a glória dos homens, mas só a bondade poderá conferir-te a glória de Deus. ” – Rubens Costa Romanelli

 

                           www.uemmg.org.br/biografias/rubens-costa-romanelli

 LUCENA, Antônio de Souza. “Pioneiros de uma Nova Era”. Rio de Janeiro: CELD, 1997

  JORGE, Fidélis Chamone. In: “Rubens Costa Romanelli, sábio e virtuoso”

  ROMANELLI, Rubens Costa. “O Primado do Espírito”. Belo Horizonte: Ed. Síntese, 1966 

JÚNIOR, Tovar Nelson Pereira. “Rubens Romanelli”. Belo Horizonte, 2018